Sexta, 22 Agosto 2014 19:13

AIMPA inicia controle populacional animal em Imbé

Trabalho começou a ser realizado nas escolas e agora adentrará os bairros do município

A AIMPA – Associação Imbeense de Proteção aos Animais iniciou um trabalho em parceria com a Secretaria de Educação de Imbé visando estabelecer o controle populacional de cães e gatos no município.
Para tanto, os responsáveis pela AIMPA Virna Marciel e Julio Puglia com a ajuda dos voluntários Tânia Moller, Maria Helena Rodrigues, Francisca Nunes e Sônia Michilan desenvolveram um questionário com questões como: ‘Quantos animais você tem em casa?’, ‘Sexo do Animal?’,‘São Castrados?’ ‘Há algum animal doente?’. O questionário foi entregue para as diretoras das Escolas Municipais que repassaram os mesmos aos alunos explicando a importância do projeto.
Na terça-feira (19), os questionários foram devolvidos a AIMPA pela equipe da Secretaria de Educação, agora, Virna irá catalogar as informações e passar de bairro em bairro para conversar com os moradores, explicando a importância das vacinas, higiene e principalmente das castrações.
O projeto está sendo bem aceito pela comunidade, a moradora Estela Maria Goergen afirma que está muito feliz e empolgada com o projeto desenvolvido pela AIMPA, ela elogia também as ações que vem sendo feitas no município pela Administração Municipal e espera que os animais permaneçam sendo lembrados pelos administradores. “A Secretaria do Meio Ambiente me notificou porque estavam colocando lixo em um terreno que tenho. Gostei dessa atitude, acho que estão certos, no entanto, espero ver o mesmo empenho para cuidarem dos animais do município e darem continuidade a este projeto”.
Virna ressalta que para o projeto realmente alcançar o seu objetivo, ou seja, para que haja um verdadeiro controle populacional animal será preciso continuar contando com a colaboração da Administração Municipal, dessa vez, em forma de recursos. “Após analisarmos as informações, nós precisamos contar com castrações gratuitas para as famílias de baixa renda, que não tem condições financeiras para arcar com os custos desse procedimento cirúrgico. Se tivermos 20 castrações públicas por mês já será um belo começo”.
O material recolhido já começou a ser analisado pela equipe da AIMPA e as informações deixam claro que este será um longo e árduo trabalho, pois há diversas famílias que possuem três, quatro, até cinco cães alternados entre machos e fêmeas, na maioria das casas os animais não são castrados, por isso, há tantos cães abandonados ‘a própria sorte’ rondando pelas ruas do município. Para o trabalho da AIMPA ter continuidade será necessário o investimento público, “somente castrando os animais poderemos fazer este controle populacional”, explica Virna.
O primeiro passo já foi dado que é a coleta de dados, agora a AIMPA, a comunidade e os animais, esperam permanecer contanto com o apoio da Administração Municipal para seguirem com o sonho de que Imbé seja uma cidade melhor para todos, inclusive para os cães e gatos.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Banner Lateral Claro

Banner Agafarma
Banneronplay
ENDEREÇO: TELEFONES: E-MAILS: Desenvolvido por
Rua Siqueira Campos, 432
Tramandaí - RS
51. 3684.3033
51. 3661.3505
 redacao@jornaldimensao.com.br