Sexta, 05 Setembro 2014 13:23

Vândalos quebram nove jazigos do Cemitério de Imbé

Prejuízo será em torno de R$400 para consertar cada estrutura

 A manhã de sexta-feira (28) foi de pesar para amigos e familiares que possuem entes queridos nos jazigos do Cemitério Municipal de Imbé, localizado na RS786, balneário Albatroz.

Acontece que vândalos invadiram o local à noite e quebraram 9 jazigos que são construídos com muito esforço pelas famílias, como conta o coveiro Lindomar da Silva Borges, que trabalha a 14 anos no cemitério. “Dizem que homem não chora, mas hoje eu chorei. Sei o esforço que as pessoas fazem para construir esses jazigos, que custam caro, e agora vejo tudo quebrado, apenas por maldade, é difícil entender”, lamenta.

“Dizem que homem não chora, mas hoje eu chorei”

O coveiro conta que costuma trabalhar até mesmo nas férias, pois tem um carinho especial pelo Cemitério Municipal, segundo ele, para construir um jazigo o investimento é entre R$6 mil a R$13 mil dependendo do material usado. “O que me impressiona mais é que não roubaram nada, destruíram só por destruir mesmo”.

“Acho que deveriam colocar um guarda aqui à noite para que coisas como essas deixem de acontecer”

Os vândalos quebraram, em sua maioria, as portas de vidro das estruturas e o prejuízo para cada morador vai ser em torno de R$400. O empresário Valter Machado já mandou consertar o jazigo de sua família, e ela cobra providências da administração municipal. “Acho que deveriam colocar um guarda aqui à noite para que coisas como essas deixem de acontecer, porque daqui a pouco outro ‘vagabundo’ vai entrar aqui e quebrar de novo”.

O pedreiro Sérgio dos Santos, que também trabalha no cemitério, conta que é freqüente o roubo de cimento, tijolos e ferramentas do local durante a noite. Segundo ele, o Cemitério é freqüentado por algumas pessoas em situação de rua que usam a estrutura como abrigo para dormir e espantar o frio e também por alguns jovens usuários de drogas. “Tem um homem que dorme aqui e nunca mexeu em nada, acredito que não tenha sido ele, deve ser alguém que estava drogado”.

“Estamos tão indignados quanto à população, este é um ato sem explicação. Mas, acredito que quando o trabalho estiver finalizado não haverá mais este tipo de vandalismo”

O Cemitério Municipal está sob responsabilidade da Secretaria de Ação Social que em parceria com a Secretaria de Obras está realizando melhorias no local. De acordo com o secretário Dilson Barbosa está sendo construído um muro de 2 metros de altura e um almoxarifado, além disso, já foi feita uma sala administrativa no cemitério e assim que as obras forem concluídas um guarda será encarregado de cuidar do local durante a noite. “Estamos tão indignados quanto à população, este é um ato sem explicação. Mas, acredito que quando o trabalho estiver finalizado não haverá mais este tipo de vandalismo”, explica Barbosa.

O secretário de Desenvolvimento Social, Edison Luiz da Rosa de Quadros lembra que o cemitério vem recebendo melhorias como a colocação de luz elétrica à noite. “Nós recebemos o cemitério em péssimo estado e estamos nos esforçando para deixá-lo cada vez melhor”, diz.

 Contudo as obras que devem garantir segurança aos jazigos ainda não tem data para serem concluídas. “Essas são obras necessárias, mas não prioritárias, temos casos mais urgentes para resolver, como os casos de alagamentos quando chove, mas vamos nos esforçar para finalizar o mais rápido possível”, conclui Barbosa.  

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Banner Lateral Claro

Banner Agafarma
Bannerbaixo2
ENDEREÇO: TELEFONES: E-MAILS: Desenvolvido por
Rua Siqueira Campos, 432
Tramandaí - RS
51. 3684.3033
51. 3661.3505
 redacao@jornaldimensao.com.br