Imbé cobrará IPTU com base na avaliação imobiliária
Sexta, 17 Outubro 2014 17:04

Imbé cobrará IPTU com base na avaliação imobiliária

 

Até hoje, o cálculo do Imposto Predial foi feito por zona, no entanto, uma fórmula que visa à igualdade tributária, fará com que aqueles que possuem residências mais confortáveis, e (ou) em bairros nobres paguem um IPTU mais alto.

 

A Prefeitura de Imbé a partir de 2015 irá cobrar o IPTU de forma diferenciada, ao invés do cálculo ser realizado de acordo com a zona onde estão localizadas as casas, ele será feito levando em consideração diversos itens como a localização e a estrutura da residência e o tamanho do terreno.

De acordo com o TCE - Tribunal de Contas a cada cinco anos os municípios devem providenciar a atualização de cadastros, a última realizada por Imbé havia acontecido em 2002. Devido à orientação do TCE e ao crescimento imobiliário, a administração municipal decidiu não só realizar a atualização, como também, inovar optando por um sistema mais justo para a cobrança dos impostos. Para isso, o prefeito Pierre Emerim realizou uma ação pioneira no Litoral Norte, contratando uma empresa que faz a revisão cadastral por satélite. Dessa forma, será possível obter uma maior igualdade tributária, como explica o prefeito. “Imbé é o primeiro município que está fazendo o certo. Nossa ação é legítima e correta. Aquelas pessoas que aumentaram a casa, ou adquiriram outro terreno irão pagar o IPTU mais caro este ano. No entanto, devemos lembrar também que muitos moradores irão pagar menos impostos, pois cobraremos o IPTU com base na avaliação do imóvel, nivelando ainda um pouco a baixo. E hoje, muitas pessoas que moram em bairros mais afastados pagam impostos como se morassem no Centro”.

A empresa que está realizando o geoprocessamento foi contratada pela administração municipal por R$790 mil, deste valor já foi pago R$308. Daqui há cinco anos quando for realizada nova atualização dos dados cadastrais será necessário fazer nova licitação, se a escolha for manter o mesmo sistema, o prefeito garante que poderá contratar o serviço por um valor mais barato, pois a empresa já terá uma base para o trabalho, que está sendo consolidada este ano.

De acordo com o vice-prefeito Luis Henrique Vedovato a grande vantagem do novo sistema é fazer com que os moradores paguem o IPTU com um valor próximo à avaliação do imóvel. “Não é justo que aqueles que possuem casas com dois andares, piscina, anexo, em bairros nobres, paguem o mesmo valor de imposto, daqueles moradores que vivem em casas simples com uma avaliação imobiliária mais baixa”, argumenta. 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Banner Lateral Claro

Banner Agafarma
Banneronplay
ENDEREÇO: TELEFONES: E-MAILS: Desenvolvido por
Rua Siqueira Campos, 432
Tramandaí - RS
51. 3684.3033
51. 3661.3505
 redacao@jornaldimensao.com.br