Sábado, 04 Julho 2015 13:08

Morador constrói casinha para abrigar cães de rua

Animais ainda foram castrados, vacinados e recebem alimentação diariamente

 

Quem mora em Imbé certamente, já se deparou com diversos cães que foram abandonados, ou que já nasceram ‘nas ruas’ e hoje perambulam pela cidade, atrás de comida, abrigo e carinho. Fartos dessa realidade, uma família do Município decidiu agir e melhorar significativamente a vida dos cachorros que já dormiam em frente a sua residência, construindo casinhas na calçada para que os animais possam se abrigar e contribuindo ainda com alimentação, vacinas, vermífugos e castração para os bichinhos.

O morador Antônio Costa, mudou-se para Imbé em 2012, e este verão começou a contar com as visitas de dois ‘amigos’ bem diferentes, dois cães de raça indefinida, que apareciam cerca de três vezes por semana em frente a sua casa pedindo comida. Em março, com menos pessoas na praia, as visitas se tornaram mais frequentes, e finalmente em abril, os dois cãezinhos, não deixaram mais a calçada de Costa.

O morador alimentava os bichinhos, mas se preocupava com os ‘amigos peludos’ em dias de vento e chuva, pois ficavam desprotegidos. Em uma noite de temporal, inclusive, ele e a esposa, montaram um ‘acampamento’ na varanda com cobertores e papelão para os cães, no entanto, nos primeiros raios de sol, os cachorros acordaram desesperados para irem para rua. “Eu os soltei e eles foram correndo para o mar, estes são cães criados na rua, não sei se eles se acostumariam com uma casa com pátio fechado”, diz.

Costa tem sérios problemas de saúde, e por isso, divide a vida entre Imbé e Porto Alegre, ele tem uma cadelinha de rua, que é uma companheira para todas as horas, mas não tem como adotar outros cães. Tentando solucionar o problema, em abril, o morador construiu uma casinha para os cães em frente a sua residência, pintou de branco e fez patinhas utilizando a técnica stencil que aprendeu pela internet. Para surpresa de todos, assim que a casinha ficou pronta, uma cadela que também freqüentava a rua, apareceu com seu filhote e foi toda feliz, abandono o rabinho, dormir no local. Assim, o morador percebeu que teria de fazer outra casinha, e assim foi feito. As casinhas foram construídas de forma que não atrapalham o trânsito dos pedestres e também não sujeira na calçada. Um mês depois, a família descobriu que a cadelinha estava grávida. E a noite do parto foi de chuva forte e vento intenso, graças à casinha a ‘mãe’ pode ter os filhotinhos tranquilamente em um abrigo limpo, seco e seguro. Após o parto, o morador recolheu a cadela e fez um cercadinho em casa para os filhotes, todos estão sendo alimentados, tomaram vermífugos e serão postos para adoção quando completarem 45 dias e fizeram a primeira vacina. Todos os cães da rua que habitam a casinha foram castrados, e a nova ‘mamãe’ será castrada também assim que parar de amamentar. “Fiz as casinhas por amor à causa animal, essa é a forma que eu tenho de ajudar os cães, mesmo sem eles estarem comigo”, enfatiza.

Quem desejar adotar um filhote pode entrar em contato por Antônio pelo telefone (51) 3627. 2748. 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Banner Lateral Claro

Banner Agafarma
Banneronplay
ENDEREÇO: TELEFONES: E-MAILS: Desenvolvido por
Rua Siqueira Campos, 432
Tramandaí - RS
51. 3684.3033
51. 3661.3505
 redacao@jornaldimensao.com.br