Sábado, 04 Julho 2015 13:15

Fiscalização coíbe transporte irregular de passageiros em Tramandaí

Departamento de Trânsito está fiscalizando a situação dos táxis e dos veículos privados que realizam transporte escolar no Município

 

A Secretaria de Segurança, Trânsito e Direitos Humanos de Tramandaí está realizando ações de fiscalização para identificar situações irregulares envolvendo a situação dos táxis e dos transportes escolares privados que atuam no Município.

Recentemente foi realizada a fiscalização dos taxistas, de acordo com o diretor de Trânsito, Guto Machado, a ação aconteceu na Av. Ubatuba de Farias e foi comunicada dois dias antes aos taxistas para que pudessem se organizar e comparecer. Dos 58 profissionais que atuam com táxis na cidade 46 estavam com o carro e toda documentação regularizada, quatro estavam em situação irregular, como adesivos fora do padrão exigido no Município, com luminárias nos táxis que por lei em Tramandaí, hoje, não são mais aceitas, ou não estavam cadastrados no Departamento de Trânsito. Todos já providenciaram a regularização dos automóveis e documentação. Os outros quatro, compareceram no Departamento posteriormente e também já regularizaram sua situação junto a Prefeitura. Segundo Machado, hoje, a situação de praticamente todos taxistas de Tramandaí é regular. “Atualmente nos temos apenas um motorista que não estava cadastrado no Departamento de Trânsito e já encaminhou este cadastramento, e outro automóvel que está com um problema judicial, pois trata-se de uma herança, todos os demais carros estão regularizados”.

Já a fiscalização ao transporte escolar, aconteceu na quinta-feira (25), com o apoio da Guarda Municipal, e da Polícia Civil. Os profissionais foram até a porta das escolas de surpresa e encontraram muitas irregularidades. De acordo com Machado, as fiscalizações são a continuação de um trabalho que iniciou em novembro do ano passado, quando todos os veículos que prestam o serviço de transporte escolar foram fiscalizados e dos36 carros que atuavam em Tramandaí, 36 estavam em situação irregular, “algumas vezes os problemas eram os veículos que não possuíam cinto de segurança, ou estavam em estado precário. Outras vezes, o problema eram os motoristas que não estavam habilitados para dirigirem escolar, ou estavam com algum problema na documentação do veículo”, diz Machado.

Dessa forma, o Departamento de Trânsito estipulou um prazo para que a situação fosse regularizada e apenas 17 veículos cumpriram com as exigências da Secretaria. Para que o transporte escolar possa ser realizado, além do motorista estar habilitado para a função, é preciso ainda que o veículo passe por uma vistoria que ira avaliar se está adequado ou não para transportar os estudantes. Mesmo com as fiscalizações que estão ocorrendo no Município, ainda há cerca de cinco pessoas fazendo transporte escolar de forma irregular. Uma delas foi flagrada na ação de quinta-feira, levando crianças da APAE e de algumas escolas do Município. “O motorista não estava habilitado para fazer transporte escolar e o veículo estava em estado precário”, informa Machado.

O diretor garante ainda que as fiscalizações tanto a taxistas quanto aos transportes escolares passarão a ser cada vez mais frenquentes e intensas. “Esperamos fazer as fiscalizações no mínimo uma vez por semana’ agora que podemos contar com o apoio da Guarda Municipal, para que os táxis sigam regularizados, e as poucas pessoas que ainda estão fazendo transporte escolar de forma irregular’ regularizem sua situação ou deixem de prestar este serviço”. 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Banner Lateral Claro

Banner Agafarma
Banneronplay
ENDEREÇO: TELEFONES: E-MAILS: Desenvolvido por
Rua Siqueira Campos, 432
Tramandaí - RS
51. 3684.3033
51. 3661.3505
 redacao@jornaldimensao.com.br