Sexta, 10 Julho 2015 14:05

Comerciantes comemoram vendas na 26ª Festa Nacional do Peixe

 

 

A expectativa é que o sol continue na cidade, para que o movimento no evento siga intenso e todos sigam com motivos para celebrar 

 

O ‘bom tempo’ no primeiro final de semana da 26ª Festa Nacional do Peixe, ajudou os vendedores do evento, que tiveram muito o que comemorar. Restaurantes ficaram lotados, alguns doceiros venderam mais de mil guloseimas no sábado e domingo, e a saída também foi boa tanto na Feira de Artesanato quanto no Shopping.

Julio Cezar trabalha em um restaurante da Festa do Peixe, como a maioria dos estabelecimentos comerciais da Praça de Alimentação, ‘o forte’, do local são os frutos do mar. Cezar conta que “não ficou parado durante todo o final de semana, devido ao grande movimento, as vendas foram excelentes”. Mais de 50 pessoas foram atendidas por dia. Uma das especialidades da casa é um prato para quatro pessoas, oferecendo 8 variedades de peixe, que custa R$100. “O prato serve bem quatro pessoas, e é muito saboroso, preparado ‘no capricho’, dividindo o custo, não fica caro para ninguém”, afirma. Segundo o secretário de Turismo e Desporto, Rojoel Amaral, somente sábado e domingo, mais de 5 mil tainhas assadas na brasa foram vendidas do evento.

Entre os doceiros o final de semana também foi muito comemorado, devido a alta saída de doces. “Só eu vendi mais de mil doces durante o final de semana”, diz Camila Mello dos Santos, que trabalha no local dede a primeira FestDoce. Camila conta que durante a produção, não abre mão da qualidade e variedade, e ainda consegue manter um preço acessível. Cada docinho é vendido no evento por R$2, e ainda há as promoções 6 doces por R$10 ou 10 por R$15.

Na Feira de Artesanato, as vendas também foram boas, a artesã Manuelita de Lima que representa o Clube de Mães Coração de Mãe, afirma que muitas pessoas passaram pela Feira, e os produtos mais procurados foram os panos de prato, os puxa-sacos e enfeites em geral. “Só esperamos que não chova, para que as pessoas continuem vindo até a Festa do Peixe”, diz a artesã.

No shopping, o final de semana também foi de alegria, Joelma Vaz afirma que o movimento foi intenso, devido ao calor, e mesmo ela vendendo roupas de inverno, teve o que comemorar. “Tive muita saídas de casacos, que são vendidos a partir de R$ 180”, diz.

Cristian Mourayan tem uma loja de produtos indianos e também vendeu bem, oferecendo quadros a partir de R$ 25 e  pashmina (espécie de lenço com tecido especial) por R$ 20.

Uma loja ainda ofereceu uma promoção por qualquer peça a R$39 e foi um grande sucesso, como conta a vendedora Priscila Cantaheiro. “Graças a Deus o movimento foi muito bom, espero que continue assim e o tempo colabore, diz”.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Banner Lateral Claro

Banner Agafarma
Bannerbaixo2
ENDEREÇO: TELEFONES: E-MAILS: Desenvolvido por
Rua Siqueira Campos, 432
Tramandaí - RS
51. 3684.3033
51. 3661.3505
 redacao@jornaldimensao.com.br