Sexta, 18 Setembro 2015 12:46

Redução nos caminhões que recolhem o lixo causou caos em Imbé

Situação foi integralmente regularizada no início dessa semana

A Administração Municipal de Imbé, tentando reduzir os custos com a coleta de lixo no Município, recentemente, diminui o número de caminhões de recolhimento na cidade, passando de 4 para 3. A medida visivelmente ‘não deu certo’ e causou revolta em parte da comunidade.

“Acho que tanto os moradores, quanto os trabalhadores que atuam no recolhendo do lixo sairiam perdendo e a cidade ainda ficaria suja com a redução dos caminhões”

De 15 de novembro a 15 de março o recolhimento é feito sempre com dez caminhões devido ao aumento da demanda, em função da alta temporada, nos demais meses do ano, o número é reduzido para dez, e agora, os caminhões seriam reduzidos ainda mais para apenas três. De acordo com o prefeito Pierre Emerim, no Centro da cidade o caminhão passa diariamente, a ideia era que neste bairro passasse de dois em dois dias, e nos bairros em que passa três vezes por semana, passasse apenas duas, no entanto, o que se viu foi pessoas ficando até sete dias sem o recolhimento, foi o que aconteceu com Dhaiana da Silva, ela mora no balneário Presidente, e em sua rua o lixo ficou acumulado por seis dias. “Prejudicou muita a população porque com a diminuição dos caminhões, os que ficam não dão conta de passar em todos os lugares para recolher o lixo e sobrecarrega demais também os trabalhadores que estão exercendo a função”, ressalta.

Ela diz ainda que a economia que a Prefeitura faria não seria repassada para população, pois não haveria diminuição na taxa de lixo cobrada pelo Município junto ao IPTU. “Acho que tanto os moradores, quanto os trabalhadores que atuam no recolhendo do lixo sairiam perdendo e a cidade ainda ficaria suja com a redução dos caminhões”.

“Sou a favor das críticas, no entanto, peço que aqueles que têm tanta energia para criticar utilizem a mesma vontade para pagas os impostos atrasados, temos várias facilidades de parcelamento para quitar o IPTU basta vir até a Prefeitura e negociar”

O prefeito diz que a medida só foi tomada porque a Administração Municipal no momento não tem recursos financeiros para pagar a empresa terceirizada responsável pelo recolhimento, sendo que esse dinheiro deveria ter sido alcançado com o pagamento do IPTU, mas como há um déficit de 50% no Município, ou seja, metade dos moradores estão com o IPTU atrasado, não foi possível pagar a dívida. Para integrar o pagamento à empresa falta cerca de R$800 mil exatamente o dinheiro que deveria ter sido arrecadado com a taxa de lixo. “Nossa arrecadação este ano diminuiu 35%, em anos anteriores se tínhamos esse tipo de problema, nós retirávamos verba de algum investimento para pagar a empresa, mas este ano, devido à crise não foi possível fazer essa articulação, por isso, tentamos reduzir os caminhões de lixo, mas vimos que não deu certo”.

O prefeito ressalta que devido à inadimplência dos contribuintes, realmente, mesmo se o serviço fosse mantido com apenas três caminhões não haveria redução na taxa de lixo, que hoje gira em torno de R$50 ao ano. Emerim revela ainda que a Administração Municipal fez uma pesquisa nos perfis das pessoas das redes sociais que estavam mostrando indignação com a falta de recolhimento e verificou que 70% estão com o IPTU atrasado, por isso, ele fez um pedido. “Sou a favor das críticas, acho muito importante que as pessoas expressem o que pensam dos serviços públicos, no entanto, peço que aqueles que têm tanta energia para criticar utilizem a mesma vontade para pagas os impostos atrasados, temos várias facilidades de parcelamento para quitar o IPTU basta vir até a Administração Municipal”, garante o prefeito.

A solução encontrada para continuar com os quatro caminhões foi negociar com a empresa terceirizada, garantindo que o pagamento que hoje está atrasado seria pago no início da alta temporada, dessa forma o serviço foi regularizado e nessa segunda-feira (16), toda cidade estava com as lixeiras vazias novamente. 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Banner Lateral Claro

Banner Agafarma
Bannerbaixo2
ENDEREÇO: TELEFONES: E-MAILS: Desenvolvido por
Rua Siqueira Campos, 432
Tramandaí - RS
51. 3684.3033
51. 3661.3505
 redacao@jornaldimensao.com.br