Sexta, 02 Outubro 2015 18:39

Banda Yankess de Imbé ganha repercussão nacional

Após aparecerem no programa Caldeirão do Huck, a banda Yankees já tem convites para tocar em diversas capitais do Brasil e recebe mensagens positivas de internautas de diferentes países

Há dez anos a banda Yankees foi formada, impulsionada pelo sonho de seus integrantes de viverem da música e transmitirem uma mensagem positiva para as pessoas. Os moradores do Litoral Norte já conheciam bem o som dos guris do balneário Santa Terezinha, em Imbé. No entanto, há duas semanas após aparecerem no programa Caldeirão do Huck da Rede Globo, a banda se tornou conhecida nacionalmente e começou a ganhar fãs, inclusive no exterior.

Os Yankess nasceram em 2005, quando o vocalista Eddie Beigorenki, então com 16 anos, resolveu convidar o amigo, baterista, Rafa Eloy, 17, para formarem uma banda. Ambos já tocavam na Escola de música de Imbé. Após ensaiarem por 1 ano, os garotos se apresentaram no 2º Boto e Motos e o show foi um verdadeiro sucesso. Com o tempo, a guitarrista Niege Irigaray, hoje com 24 anos, se somou ao grupo e o mais novo integrante Gus Beigorenki, de baixista, de apenas 15 anos, irmão de Eddie, recentemente entrou na banda.

“Para nós tudo isso é um sonho que está se realizando, ir ao Projac, estar junto com os artistas, ver a humildade de todo mundo e ainda saber que o Kiss compartilhou a nossa foto faz a gente acreditar que nosso esforço até aqui valeu apena”

O maior incentivador dos Yannkess sempre foi o pai de Edde e Gus, o produtor fonográfico Edson Beigorenki (mais conhecido como Magaiver), 48 anos. Edde conta que começou a se interessar por rock aos 12 anos quando o professor de matemática Mario Dutra mostrou alguns clássicos para os estudantes. “O professor sempre dizia – vocês tem que conhecer o rock roll, vocês são adolescentes, precisam ouvir isso. As palavras dele ficaram na minha cabeça, eu comecei a escutar Guns N’ Rose e adorei”. Nessa época, Eddie começou a tocar guitarra. A família, no momento, não tinha condições de comprar o instrumento musical, dessa forma, Magaiver construiu uma guitarra com as próprias mãos para o filho, que ele guarda até hoje com muito carinho. “Por isso meu apelido é Magaiver sempre que falta alguma coisa eu conserto ou consigo fazer outra”, diz o produtor, o filho ainda completa, “uma vez faltava uma saia para a Niege se apresentar ele fez, faltava as baquetas para o Rafa tocar ele também fez, toda a decoração do Studio, a parte da fiação meu pai que fez”.

Todo o dinheiro que é arrecado com as apresentações sempre são investidos na própria banda, pois os músicos nunca deixaram de acreditar no sonho de conseguirem viver somente da música. Com a rotina ‘puxada’ todos seguem conciliando os ensaios com outros trabalhos. Eddie trabalha com comunicação visual, Rafa é operário, Niegi é professora e Gus estudante. Há um ano, os músicos conseguiram gravar o primeiro CD produzido em casa, mas com toda qualidade garantida de uma grande produtora. “Para gente conseguir gravar um som do jeito que queríamos, tivemos que nos qualificar, enfrentamos a parte burocrática, fizemos os documentos necessários e abrimos uma produtora. O resultado foi um CD oficial de qualidade,e com ‘a nossa cara’ em todos os sentidos, até a capa, pois faz referências às músicas”.

Após a gravação do CD, a guitarrista Niegi escreveu uma carta para o Caldeirão do Huck, pois a banda tinha um veículo Besta que estava precisando de uma reforma, para a surpresa de todos, o apresentador gostou da história dos músicos e eles foram convidados a participar do quadro Lata Velha. O desafio da banda foi cantar uma música da banda Kiss, o público não só gostou da apresentação dos rapazes como eles tiveram 93% de aprovação, o maior índice positivo de toda história do programa. Após aparecerem no ‘Caldeirão’, um leque de oportunidades se abriu para os Yankess, os garotos que estavam acostumados a participarem de festivais do Litoral Norte, já recebem convites para fazer shows em diferentes capitais como, Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia. O programa também lhes rendeu repercussão internacional, pois é transmitido em mais de 150 países, por isso, desde a semana passada a banda vem recebendo mensagens de internautas de diferentes nações. Para alegria dos músicos, a banda Kiss, ainda compartilhou uma foto da banda em sua página oficial agradecendo por todo carinho.

“Para nós tudo isso é um sonho que está se realizando, ir no Projac, estar junto com os artistas e ver a humildade de todo mundo e ainda saber que o Kiss compartilhou a nossa foto,  faz a gente acreditar que nosso esforço até aqui valeu apena, agora vamos continuar trabalhando para que a banda cresça ainda mais”, diz Magaiver.

A Besta toda modificada no programa Caldeirão do Huck seguirá acompanhando a banda, como um amuleto, a prova viva de que sonhos podem se tornar realidade. 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Banner Lateral Claro

Banner Agafarma
Banneronplay
ENDEREÇO: TELEFONES: E-MAILS: Desenvolvido por
Rua Siqueira Campos, 432
Tramandaí - RS
51. 3684.3033
51. 3661.3505
 redacao@jornaldimensao.com.br