Sexta, 29 Abril 2016 17:45

Água parada após chuvas preocupa moradores

 

Situação ocorre em diversos pontos da cidade

 

Chuva significa tensão para diversos moradores de Tramandaí. No momento que chove, diversas ruas da cidade ficam embaixo d’água, e após a chuva, algumas vias seguem alagadas, ora por entupimentos nas bocas-de-lobo, ora por problemas estruturais das ruas.

“Aqui é uma rua central, bem movimentada, vejo as crianças indo para a escola e muitas precisam pular aqui nessa água, acho um desleixo com a nossa cidade”

É o que aconteceu na esquina da Av. Rubem Berta com a rua Côrte Real, bairro Centro, localizada bem em frente a escola Barão de Tramandaí, próximo a agência dos Correios. Ali as duas bocas-de-lobo estão entupidas, causando alagamentos. A moradora, Carmem dos Santos Pereira, passa constantemente pelo local e relata a situação. “Aqui é uma rua central, bem movimentada, vejo as crianças indo para a escola e muitas precisam pular aqui nessa água, acho um desleixo com a nossa cidade”, diz.

Entre os pontos de alagamentos está  também a Av. Caldas Junior, esquina com a Av. Emancipação. Este é outro caso de boca-de-lobo entupida.

Saindo no Centro, no bairro São Francisco, o problema se agrava, na Av. Alberto Pasqualine, em frente a Praça do bairro não há boca-de-lobo e a água fica parada por pelo menos três dias toda a vez que chove.  “O problema é que um lado da via é mais alto, a água escorre toda para cá e não tem como escoar, por isso, acaba alagando e demora para secar, fazendo um sol leva uns três dias”, diz o morador, Admir Souza.

“Mesmo se eu colocasse todos os funcionários da Prefeitura para limpar as bocas-de-lobo em dia de chuva não resolveria o problema, em função da quantidade de lixo jogando em lugar inadequado que tem como destino as bocas-de-lobo”

Segundo o secretário de Obras e Limpeza Urbana, Antônio Rodrigues, as bocas-de-lobo entopem devido ao lixo que as pessoas jogam nas ruas. “Mesmo se eu colocasse todos os funcionários da Prefeitura para limpar as bocas-de-lobo em dia de chuva não resolveria o problema, em função da quantidade de lixo jogando em lugar inadequado que tem como destino as bocas-de-lobo”, enfatiza o secretário. Ainda assim, ele garante que três dias após o término da chuva todos os locais serão desobstruídos.

Quanto ao caso da Av. Alberto Pasqualine, o secretário diz que a rede precisa ser substituída e os canos já foram comprados para fazer esse serviço. “Tudo tem prazo de validade e essa rede está muito comprometida, nós já compramos o material para substituir a rede de esgoto cloacal do trecho que está danificado na Av. Alberto Pasqualine e vamos iniciar o serviço em seguida”.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Banner Lateral Claro

Banner Agafarma
Banneronplay
ENDEREÇO: TELEFONES: E-MAILS: Desenvolvido por
Rua Siqueira Campos, 432
Tramandaí - RS
51. 3684.3033
51. 3661.3505
 redacao@jornaldimensao.com.br