loader
Coluna Rojoel Amaral - Edição 1360

Coluna Rojoel Amaral - Edição 1360

Avenidas e ruas alagadas

Continuamos com os problemas de algumas ruas e avenidas alagadas nos municípios de Tramandaí e Imbé. Muitos destes lugares já receberam canos novos, e por diversas vezes as administrações municipais tentaram resolver o problema, mas não conseguiram. Acontece que a solução para alguns lugares o projeto tem que ser bem ousado e de um valor muito alto, mas que precisa ser feito, pois a população está sofrendo com este problema há um bom tempo.  Na maioria dos casos precisamos do sistema de ‘casas de bombas’, para realizar o bombeamento das águas das chuvas que chegam em grandes volumes. Avenida Tristão de Almeida com Avenida Fernandes Bastos é um exemplo.

 

Bairro Indianópolis

A chuva chegou em grande volume e já começaram a aparecer os problemas no bairro Indianópolis - parece que a coisa não tem solução mesmo. Mas a solução existe, precisamos instalar ‘casas de bombas’ no bairro, pois outra solução não existe. O bairro é muito baixo, e as ruas estão desnivelados com os terrenos, por este motivo entra água em muitas residências. O projeto não é barato, mas precisa ser iniciado o quanto antes, pois muitas pessoas estão tento problemas em dias de chuvas, como dificuldade para as crianças irem para a escola, dificuldade das pessoas de saírem de casa para ir trabalhar, enfim, isto certamente não é bom para ninguém. 

 

E o PSDB

O PSDB gastou fortunas para realizar a escolha do candidato a presidente, deu toda aquela confusão, gastaram dinheiro e não foi pouco e agora querem retirar o candidato escolhido pelos filiados da disputa a eleição à presidência. A forma feita foi errada, afinal de contas, o Estado que possui mais filiados é São Paulo, lógico que o candidato de São Paulo teria vantagem, e o voto dos políticos com mandatos no partido não teve o valor que deveria ter na hora da decisão. Agora pode ser que o PSDB não tenha nem candidato, e que seja vice do MDB. Vergonha Nacional.

 

Cada dia fica pior a CEEE

Uma vergonha o serviço prestado pela CEEE Equatorial, pois ainda existem sem luz em Tramandaí desde terça-feira (17/05), e muitos destes estão sem luz por pouca coisa. Esta empresa que assumiu a CEEE pelo visto ainda não se achou na função de administrar a empresa e dar qualidade nos serviços prestados aos consumidores. Por enquanto o que sabem fazer é cortar a luz por falta de pagamento, e muitas vezes estão cortando a luz com a conta paga, pois nem conferem com os proprietários se a conta de luz está paga ou não, chegam e cortam sem falar com ninguém. Nota Zero para a Equatorial.

 

Falando em CEEE

Recebi muitas reclamações de postes que estavam caindo, de fios que estavam caídos, e que os moradores ligaram para todos os lugares e a resposta sempre foi a mesma: “já estamos indo”, só que os moradores não sabem para onde estavam indo, pois muitos ainda continuam com os postes pendurados e ninguém apareceu até o momento para solucionar o problema. Alguns animais morreram por passar em lugar que os fios estavam no chão e ligados, tanto no município de Imbé quanto no de Tramandaí. Alguns moradores ainda estão com os postes pendurados e quase caindo em suas casas, e a CEEE nem aí para estes problemas. Se no lugar destes animais fossem crianças que estivessem passando, imaginaram o problema?

Com foto

 

Furto de fios

Durante a falta de luz no município de Tramandaí, muitas residências e comércios ficaram sem luz por mais tempo pelo furto de fios. O que aconteceu é que ao não ter energia fica mais fácil para furtar os fios de luz e foi isto que aconteceu - alguns indivíduos furtaram os fios quando os mesmos não estavam energizados. O problema é que se existe o furto é porque alguém compra. Em várias áreas públicas não se dá conta de comprar fios, você coloca hoje e uma semana depois já não tem mais. Se não conseguem prender quem furta, então vamos pra cima de quem compra. 

 

 

JOGO RÁPIDO

Mais uma vez o Hospital Tramandaí ficou com uma parte destelhada por causa do vento. E o destelhamento foi no mesmo local da vez anterior, pois naquela esquina entre a Avenida Emancipação e Avenida Atlântica o vento é muito forte. Precisa ser feito algo diferente naquele local, um projeto que seja definitivo e que não dê mais problema. 

 

Os gaúchos, principalmente os do Litoral Norte foram assustados pelas autoridades em relação ao ciclone Yakecan. A maioria dos entendidos e que passavam a mensagem falaram que viria um vento nunca visto antes, devido à sua força. Muitas pessoas ficaram preocupadas e nervosas, algumas precisando até mesmo de medicação. No final graças a Deus a coisa não foi tão séria assim. 

 

Com esta chuva toda que caiu o problema de buracos em muitas ruas das cidades do litoral tem a tendência de piorar, afinal de contas a água empossada prejudica e muito as ruas asfaltadas. Se o material usado fosse o PVC (bloquete) este problema da drenagem seria muito mais rápido, melhorava os alagamentos e os prejuízos seriam menores. 

 

Se você não conhece ainda a TV Dimensão Online está perdendo um grande jornalismo. Possuímos diariamente matérias diretas com a comunidade, além de várias informações que são dadas durante o dia. Confira!